Como gerenciar a margem de contribuição e o ponto de equilíbrio no transporte

Como gerenciar a margem de contribuição e o ponto de equilíbrio no transporte.

Acompanhar a margem de contribuição e o ponto de equilíbrio de uma empresa permite que o empreendedor acompanhe os resultados do seu negócio com facilidade. Para isso, é necessário ter domínio sobre despesas e receitas de vendas, permitindo acompanhar dados seguros e confiáveis.

Por isso preparamos uma planilha Excel especialmente para lhe ajudar a calcular a margem de contribuição e a lucratividade do seu negócio. Você pode baixá-la clicando aqui. Além disso, neste artigo você também vai entender melhor o que é e como calcular a margem de contribuição no transporte.

O que é margem de contribuição?

A margem de contribuição é um calculo importante para saber qual é a lucratividade da empresa. Ele representa o valor que sobra das receitas de fretes destinadas ao pagamento dos custos fixos e repasse de lucros, depois de descontados os gastos diretos. Realizando o cálculo da margem de contribuição o gestor consegue saber o que cobre todos os custos da empresa e ainda permite que se tenha uma boa lucratividade.

Como calcular

O cálculo da margem de contribuição pode ser feito de duas maneiras: calculo unitário, considerando apenas uma viagem; ou cálculo sobre todas as viagens do período apurado. Para realizar o cálculo é muito simples: do total de receitas dos fretes são diminuídos os custos e despesas variáveis.

O cálculo pode ser feito em reais ou em porcentagem. A partir dele o gestor consegue saber se a empresa está tendo uma boa lucratividade ou não, sendo que o lucro obtido calcula-se sobre a margem de contribuição menos os custos fixos.

O que é o Ponto de Equilíbrio?

Já o Ponto de Equilíbrio é o mínimo que uma empresa deve faturar para não ter prejuízo. Ao atingir este valor, a empresa não tem lucro e nem prejuízo, ou seja, fica no zero a zero.

Esta é a meta mínima da mínima da míííínima que seu negócio precisa alcançar. Se o seu faturamento for inferior ao Ponto de Equilíbrio, inevitavelmente você terá prejuízo!

Como calcular o ponto de Equilíbrio

O cálculo do Ponto de Equilíbrio se dá em 3 passos:

  1. Levantar os Gastos Fixos mensais
  2. Calcular a Margem de Contribuição (receitas menos custos variáveis)
  3. Aplicar a fórmula: Ponto de Equilíbrio = Gastos Fixos / % Margem de Contribuição.

Com esse tipo de número em mãos, o diagnóstico vai depender das particularidades da empresa. Caso o ponto de equilíbrio ou número de fretes necessários seja muito alto, uma alternativa é mexer na margem de contribuição. Mas atenção, porque isso implica em um novo preço da tabela-frete.

Se ele diminuir, o número de fretes necessário para atingir o ponto de equilíbrio aumenta; se aumentar, o frete pode perder competitividade. Por fim, ainda há a possibilidade de apertar o cinto e reduzir as despesas fixas da empresa.

Seja qual for a saída, o fato é que o primeiro passo para a saúde financeira do transporte, é entender e aplicar as principais ferramentas de controle e monitoramento.

Você pode gostar também...

Posts Populares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *